O Secretario Davidson Magalhães do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), falou da importância do empreendimento.

Equipamento foi inaugurado no último sábado (11), em Porto Seguro.

Mil e quinhentas famílias serão beneficiadas com o trabalho de assistência socioprodutiva do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Costa do Descobrimento e Extremo Sul. O equipamento foi inaugurado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), no último sábado (11), em Porto Seguro, e fortalece a política pública do segmento no estado.

“O Governo da Bahia tem um programa inédito no Brasil que são os Centros Públicos de Economia Solidária. Agora, chegamos a quinze unidades cobrindo também a Costa do Descobrimento e o Extremo Sul. É um equipamento muito importante para qualificar o trabalho dos empreendimentos econômicos solidários do território”, afirma o titular da Setre, Davidson Magalhães.

Lideranças políticas prestigiaram a inauguração com novo coordenador do Cesol, o indígena Karkaju Pataxó 

Para o coordenador no novo Cesol, o indígena Karkaju Pataxó, a estrutura inaugurada reflete um trabalho conjunto para proporcionar o acesso dos empreendedores à qualificação. “Somando todo o esforço que a Setre vem fazendo junto com a Associação Beneficente Josué de Castro (ABJC), temos a oportunidade de dar um suporte muito maior aos empreendimentos e com uma localização privilegiada e estratégica na Avenida Portugal, em Porto Seguro”, acrescenta.

O evento de inauguração contou com a apresentação cultural da dança Awé Pataxó e reuniu lideranças indígenas, autoridades políticas e integrantes da sociedade civil. A sede do Cesol agrega ainda uma loja para comercialização de produtos da economia solidária.

O secretário Davidson Magalhães, acompanhado do Advogado Wenceslau Junior da Bahiagás,

O secretário Davidson Magalhães, acompanhado do Advogado Wenceslau Junior da Bahiagás, de quem ouviu está muito feliz ao ver tantas comunidades indígenas e de agricultura familiar bem representadas, ainda mais por saber que este equipamento proporcionará o desenvolvimento social, econômico e sustentável.

Abrangência

Ao todo, incluindo Porto Seguro, 21 municípios das duas regiões serão contemplados com a atuação do Cesol: Belmonte, Eunápolis, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Santa Cruz Cabrália, Alcobaça, Caravelas, Ibirapoã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas e Vereda.

O novo equipamento também disponibiliza formações e distribuição de insumos e equipamentos a associações e cooperativas atendidas. Os grupos farão parte de redes de comercialização com inserção em mercados convencionais e em lojas próprias e apoiadas pelo Cesol.